FAMOSOS

Ex-BBB Jake Leal fala de relacionamento abusivo

Chamada de 'porpeta' por ex-namorado, Jake Leal contou que foi tratada com insensibilidade: "Muitos comentários maldosos"

08/07/2020 14h23 | Atualizada em 08/07/2020 14h26

Ex-BBB Jake Leal fala de relacionamento abusivo

Reprodução

Jake Leal, ex-participante do BBB 12, decidiu falar abertamente sobre o relacionamento abusivo que vivia com Douglas D'Amore em entrevista ao programa Superpop, na Rede TV!, na segunda-feira (6). A ex-BBB, que em setembro de 2019 havia concedido uma entrevista para Quem contando que o ex a chamava de "porpeta", afirmou que ficou impactada com as declarações que vem recebendo desde a exibição do programa. "Dói muito", diz ela, que se relacionou com Douglas por sete meses.

"Estou tirando forças de onde não tenho para responder as mulheres que me escrevem, todas com histórias de abuso. Tem muitas pessoas se sensibilizando e dando aula de sororidade na internet em relação ao abuso que passei. Recebo mensagens diárias de mulheres que passam por isso e ainda vivem com seus parceiros porque ainda não conseguiram se libertar", afirmou Jake para Quem na tarde desta quarta-feira (8). "Vejo muitos comentários maldosos dizendo que eu continuei porque eu quis. Isso dói muito", completou.


De acordo com ela, nem todas as mensagens são amigáveis e ouviu comentário desagradáveis durante a gravação, que contou com Felipeh Campos, ex-dublador do Qual é a música?, e Denize Tacto, ex-mulher de Gerson Brenner, entre os convidados. "Ficaram me culpando por apanhar, por ter sido traída, por eu sustentá-lo. Foram muitos insensíveis com minha história, a Denize chegou a questionar se eu gostava de apanhar",  afirmou.

Procurado por Quem, Douglas D'Amore não foi encontrado para comentar o assunto. Nas redes sociais, Jake também comentou o assunto: "Quero agradecer a todos que estão me acolhendo, as sombras do que eu vivi me acompanham até hoje. Todas as vezes que eu tentava terminar o relacionamento ele vinha com o papo que me amava. Como eu me mantinha firme no término, ele vinha com a pressão do suicídio! Agora, pensa, se as pessoas me julgam por eu ter 'permitido' as agressões e traições, imagina o que elas pensariam se meu namorado se suicidasse na minha casa? De quem seria a culpa? Não, a culpa não é da vítima, mas a sociedade faz parecer que Eé! Porque quando a gente se expõe, a gente leva chumbo".

AGRESSÕES FÍSICAS E PSICOLÓGICAS
Ao falar sobre o assunto, Jake narrou que sofreu agressões físicas e psicológicas. “Ele disse que eu não conseguiria ser cantora, atriz e dançarina. Quando ele me disse isso, acabou para mim. Não poderia mais conviver com uma pessoa que me colocava tão para baixo. Além disso, ele era agressivo. Ele me sufocava, batia minha cabeça na parede, me arrastava pelo cabelo. Quando eu falava que iria chamar a polícia, ele ameaçava se matar”, afirmou Jake, relatando que o término do relacionamento aconteceu “entre o fim de abril e início de maio”, mas só agora tem coragem de falar sobre o assunto, na condição de não citar o nome do ex.

PREJUÍZO FINANCEIRO
De acordo com Jake, o prejuízo financeiro também marcou o namoro. “Quando eu ameaçava terminar, ele dizia que ia se matar. Chegou a cortar a tela de proteção da janela do apartamento e dizia que iria se jogar. No dia em que pedi para que ele deixasse o apartamento, ele levou tudo. Até o que tinha na geladeira”, diz, contando ainda que o rapaz tentou reatar. A ex-BBB ainda conta que ele pagou despesas pessoais usando seu cartão. “Fiquei no vermelho. Ele pegou o cartão da minha conta poupança – com a minha autorização – e gastou demais, sem que eu soubesse. Tinha 45 mil de economias e, depois, a conta ficou com 700 reais. Sobre isso, não tenho o que questionar. Ele tinha a senha do cartão, eu que havia emprestado.”

FONTE: G1

Comente, sua opinião é Importante!