SEM PREVISÃO DE CHUVA

Queda na temperatura diminui intensidade do fogo no Pantanal

Apesar de as temperaturas amenas contribuírem para a queda na intensidade, a ação dos ventos e a vegetação seca ainda causam incêndios.

21/08/2020 11h04 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Queda na temperatura diminui intensidade do fogo no Pantanal

Reprodução

A queda na temperatura registrada entre essa quinta-feira (20) e esta sexta-feira (21) fez a intensidade do fogo que atinge o Pantanal mato-grossense diminuir, segundo o Corpo de Bombeiros.

Esse é o maior incêndio já registrado no bioma nas últimas décadas. O fogo já consumiu 1,5 milhão de hectares. Desse total, 590 mil hectares são em Mato Grosso, mas especificamente na região de Poconé e Barão de Melgaço, e o restante em Mato Grosso do Sul.

De acordo com o coronel dos bombeiros, Dércio Santos, apesar de as temperaturas amenas contribuírem para a queda na intensidade, a ação dos ventos e a vegetação seca ainda causam incêndios.

“Mesmo com essa temperatura baixa, a incidência dos focos continua. As equipes continuam em campo no Pantanal”, ressaltou.

Conforme dados do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC/Inpe), nesta sexta-feira (21) a mínima para Poconé é de 15°C e a máxima de 21°C. Já no sábado (22) a mínima deve ser de 12°C e a máxima de 30°C.

Segundo o coronel, algumas frentes foram extintas nesta semana, no entanto, ainda não há previsão de quando os trabalhos serão concluídos na região.

Apesar da queda nas temperaturas, não houve registro de chuva no Pantanal de Mato Grosso.

FONTE: G1

Comente, sua opinião é Importante!