CRISE ECONÔMICA

Proposta prevê R$ 100 mi para socorrer pessoas impedidas de trabalhar por causa do coronavírus

Fornecimento de cestas básicas e auxílio ao microempreendedor estão entre as medidas discutidas entre Assembleia Legislativa e Governo do Estado  

Márcio Camilo

Jornalista

27/03/2020 10h29 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Proposta prevê R$ 100 mi para socorrer pessoas impedidas de trabalhar por causa do coronavírus

Só Notícias

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Eduardo Botelho (DEM), disse que a Casa de Leis elabora projetos para garantir renda e assistência social aos trabalhadores informais e ao pequeno empresário durante o período de quarentena do coronavírus que pode se estender por três meses em todo país.

Conforme Botelho o projeto prevê compra de cestas básicas às famílias mais necessitadas que não estão conseguido trabalhar desde o início da quarentena. A medida vai de encontro com o Voucher Federal – aprovado na Câmara Federal – que prevê renda mínima de R$ 600 aos trabalhadores informais. Para valer, o projeto ainda precisa ser aprovado pelo Senado e sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro.

"Pensa num feirante que não pode abrir sua barriquinha, que vive disso, e agora seu negócio não está funcionado e ele quase não está tendo o que comer", disse na manhã desta sexta-feira (27) durante entrevista à Rádio Vila Real.

Outra frente do projeto é focada no auxílio do microempreendedor.

Botelho detalha que a Assembleia propôs ao Governo do Estado a possibilidade de solicitar um resgate de R$ 50 a 100 milhões por meio do Tesouro Nacional, para oferecer microcrédito na faixa de R$ 5 mil a R$ 10 mil a pequenos comerciantes como cabelereiros, frentistas, e microempreendedores de uma forma geral.

O investimento seria feito pelo MT Fomento, que é responsável por elaborar políticas de desenvolvimento sustentável para o crescimento econômico de Mato Grosso.

Botelho também procurou tranquilizar a população mais pobre, que está sofrendo os maiores impactos econômicos por causa do isolamento social.  Garantiu que Assembleia, Governo e demais poderes concentram esforços para superar o momento de crise.

FONTE: Da Redação o Estado de MT

Comente, sua opinião é Importante!