BARRADAS PELO CORONAVÍRUS

Juíza autoriza babá e doméstica a trabalharem em condomínio de alta classe em Cuiabá

Síndico havia impedido a entrada de trabalhadores e prestadores de serviço no prédio, baseado nas medidas de prevenções a covid-19

Márcio Camilo

Jornalista

31/03/2020 09h36 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Juíza autoriza babá e doméstica a trabalharem em condomínio de alta classe em Cuiabá

Reprodução Web

A juíza Ana Paula Miranda, da Oitava Vara Cível de Cuiabá, concedeu liminar a um casal de empresários autorizando que uma babá e uma doméstica trabalhem na residência deles, no edifício de alta classe American Park, no bairro Jardim das Américas, em Cuiabá. As trabalhadoras estavam impedidas de irem ao local por decisão do síndico que adotou medidas de restrições no condomínio por causa da pandemia do novo coronavírus, a covid-19. 

Na Justiça o casal alegou que inicialmente argumentou como o síndico de que precisavam da babá e da doméstica, pois a ocupação dos dois não poderia ser feita por teletrabalho. Desse modo, não teriam condições de limpar a casa e cuidar dos filhos.

Mas segundo o casal o síndico não teria aceitado o argumento e eles decidiram entrar na Justiça.

Ao conceder a liminar, o juiz argumentou que as medidas de isolamento social devem ser aplicadas em áreas comum do residencial, e que isso não inclui a proibição de entrada de trabalhadores e prestadores de serviço no condomínio.

Por outro lado, acrescentou que os trabalhadores também devem tomar todas as medidas de prevenções recomendas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) antes de exercerem suas atividades no condomínio.

FONTE: Da Redação o Estado de MT

Comente, sua opinião é Importante!