ENTENDA O CASO

Segurança bate em mulher com machado e é morto após levar mata-leão

Morador disse à polícia que estava indo para casa quando viu segurança agredindo mulher na rua e estava em cima da vítima. Ela estava desmaiada e com um ferimento no pescoço.

21/08/2020 11h06 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Segurança bate em mulher com machado e é morto após levar mata-leão

Reprodução

Um farmacêutico que passava pela Avenida São Paulo, em Colíder, na região norte do estado, interveio em uma tentativa de feminicídio e deu um golpe de mata-leão em um segurança particular, de 37 anos, que agredia a mulher de 55 anos com um machado, em público.

De acordo com a Polícia Civil, o farmacêutico de 49 anos imobilizou Célio Roberto Balieiro, que trabalhava como segurança em um mercado, até a chegada da polícia. Havia várias pessoas no local.

A mulher tinha sido espancada e estava com um corte no pescoço.

Quando a polícia foi chamada, a denúncia foi de que um homem estava tentando matar uma mulher com um facão e que a vítima gritava por socorro.

No entanto, quando a polícia chegou, a mulher estava desmaiada.

À polícia, o homem que imobilizou o suspeito disse que estava indo para casa quando viu o homem em cima da vítima, a ameaçando e tentando matá-la. Então, segurou o homem pelo pescoço.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e encaminhou a mulher e o marido para o Hospital Regional do município. A mulher passou por atendimento e ficou bem. Já o suspeito morreu.

A Polícia Civil de Colíder investiga o caso.
 

FONTE: G1

Comente, sua opinião é Importante!